top of page
Oyaodé Angência de talentos e divercidade
  • Foto do escritorOyaodé

Celebrando o Dia da Visibilidade Trans, 20 Anos de Orgulho e Resistência

Há duas décadas, um grupo destemido de ativistas travestis, transexuais e transgêneros convergiu em frente ao Congresso Nacional, em Brasília, para lançar a pioneira campanha "Travesti e Respeito" – o primeiro passo significativo contra a transfobia no Brasil. Desde aquele momento histórico, o dia 29 de janeiro é marcado por uma celebração única: o Dia da Visibilidade Trans.


A campanha "Travesti e Respeito" ecoou como um grito de liberdade, um chamado urgente por respeito, dignidade e igualdade para a comunidade trans e travesti. A iniciativa não foi apenas um marco no ativismo brasileiro, mas também o catalisador para a criação de um dia dedicado a destacar as vozes muitas vezes silenciadas e os rostos frequentemente invisibilizados.


Todo ano em 29 de janeiro, a data ressurge como um movimento que transcende as fronteiras geográficas, marcando uma jornada marcada por orgulho, resistência, conscientização e, acima de tudo, pela existência genuína da comunidade trans e travesti. É um dia para celebrar as conquistas alcançadas, honrar as histórias de coragem e reafirmar o compromisso contínuo de lutar contra o genocídio e a marginalização.


A visibilidade trans não é apenas sobre ser vista; é sobre ser reconhecida, respeitada e aceita na plenitude de sua identidade. Em um mundo onde a discriminação muitas vezes persiste, este dia destaca a força e a resiliência da comunidade, lembrando a todos que a diversidade é o que torna nossa sociedade rica e vibrante.


O Dia da Visibilidade Trans serve como uma plataforma essencial para conscientização, educando a sociedade sobre as questões enfrentadas. É uma oportunidade para desconstruir estigmas, desafiar preconceitos e construir pontes de compreensão e empatia.


À medida que celebramos duas décadas de luta, progresso e resistência, olhamos para frente com esperança e determinação. A data é um lembrete de que cada história deve ser validada e celebrada por sua resistência.


Não só em 29 de janeiro mas que em todo o ano, possamos nos unir para honrar a força e resiliência da população transexual e travesti. Que o movimento transcenda as palavras e inspire ações, guiando-nos em direção a um futuro mais inclusivo e igualitário.


Há duas décadas, um grupo destemido de ativistas travestis, transexuais e transgêneros convergiu em frente ao Congresso Nacional, em Brasília, para lançar a pioneira campanha "Travesti e Respeito" – o primeiro passo significativo contra a transfobia no Brasil. Desde aquele momento histórico, o dia 29 de janeiro é marcado por uma celebração única: o Dia da Visibilidade Trans.
Dia da Visibilidade Trans

bottom of page