top of page
Oyaodé Angência de talentos e divercidade
  • Foto do escritorOyaodé

Bênção a casais LGBTQ+ em decisão histórica.

Em uma decisão histórica, o Vaticano acaba de dar um passo significativo em direção à inclusão, autorizando a bênção a casais de pessoas do mesmo sexo e àqueles considerados, sob a ótica da igreja, em "situações irregulares". Este marco, no entanto, não altera o veto ao casamento homoafetivo.


Nesta segunda-feira, 18 de dezembro a Folha de São Paulo publicou que, o papa Francisco, que recentemente celebrou seus 87 anos, aprovou um documento que reforça a postura da igreja em relação às bênçãos a casais LGBTQIA+.


A decisão destaca que essas bênçãos não ocorrerão simultaneamente aos ritos civis de união, nem terão conexão direta com eles, seja nas vestimentas, gestos ou palavras característicos de um casamento tradicional.


Este gesto do Vaticano, embora mantenha o veto ao casamento homoafetivo, representa um avanço significativo em direção à aceitação e respeito às diversas formas de amor e união.


A decisão destaca a importância de reconhecer e abençoar casais LGBTQIA+ que buscam a bênção da igreja, mesmo em circunstâncias que a instituição considera "irregulares".


A medida é vista como um passo para uma igreja mais inclusiva e compassiva, respeitando as diversas formas de amor que existem em nossa sociedade. Este é um momento histórico que merece reflexão e celebração, marcando uma mudança significativa no posicionamento da igreja em relação à comunidade LGBTQIA+.


Aguardemos, com esperança, que decisões como esta continuem a pavimentar o caminho para um diálogo mais aberto e compreensivo, construindo pontes de entendimento e aceitação no seio da comunidade religiosa. A mudança é constante, e o Vaticano, com esta decisão, escreve um novo capítulo em sua trajetória.



Em uma decisão histórica, o Vaticano acaba de dar um passo significativo em direção à inclusão, autorizando a bênção a casais de pessoas do mesmo sexo



Posts recentes

Ver tudo
bottom of page